Atividades sobre alimentação saudável para educação infantil

Falar sobre alimentação na infância é essencial para que os futuros adultos cultivem hábitos mais saudáveis. E como os pequenos passam grande parte do seu dia na escola, também é função da equipe pedagógica mostrar a esses alunos quais são as melhores opções. Nesse post, pensando no ambiente escolar como um agente fundamental de influência, separamos 5 atividades sobre alimentação saudável para educação infantil.

alimentação saudável para educação infantil

Conheça aqui varias atividades de alimentação saudável para educação infantil

Como falar sobre alimentação na escola

Alguns enxergam a alimentação como uma extensão da proposta pedagógica, ou seja, não está em sua base. Outros, por outro lado, entendem que o tema deva ser tratado lado a lado com o currículo escolar. Assim como um aluno aprende a somar 2 + 2, ele tem de saber diferenciar legumes, verduras e frutas.

Fato é que a escola tem um papel muito importante na formação de hábitos e opiniões. A casa e a escola são as principais referências de uma criança, que repete e consolida para si padrões de comportamentos observados nestes lugares.

O ambiente escolar tem de aproveitar o ânimo e a curiosidade das crianças para abordar temas que impactam em sua saúde. Para atingir este objetivo, todos dentro da escola podem se envolver, afinal, da merendeira ao professor de geografia, qualquer profissional é um agente educativo, não apenas um funcionário cumprindo tabela.

Abaixo, listamos algumas atitudes que a sua escola pode tomar para educar as crianças de 0 a 6 anos sobre escolhas mais saudáveis. Esse é um público que carece de estímulo visual, movimentação e interação. Não adianta falar a respeito dos benefícios da vitamina A ou mostrar quais são os aminoácidos na carne. É preciso entrar no mundo deles!

Os primeiros passos

Imagine que o professor de artes peça para as crianças criarem cartazes contando o que consideram uma alimentação saudável. A professora de português, em seguida, faz uma roda de conversa sobre quais alimentos essas crianças preferem e desperta a atenção para alternativas. Saindo da aula, essa mesma criança se depara com um almoço industrializado, sem uma salada crua ou, então, uma cantina cheia de refrigerantes, balas e salgadinhos.

Como ela vai associar o conteúdo trabalhado quando, na prática, as coisas dentro da escola pregam exatamente o contrário? O primeiro passo, então, é mudar erros estruturais e, no caminho, educar pais e professores.

Mande recadinhos na agenda mostrando as atividades que estão fazendo em sala de aula. Dessa forma, quem sabe, você não incite um desejo de mudança por parte dos pais. Também é interessante fazer campanhas sobre lancheiras saudáveis e ter uma nutricionista disponível para eventuais dúvidas.

Em seguida, transforme a cantina em um ambiente propício a escolhas saudáveis. Tire o máximo possível de industrializados e as opções ricas em sódio, gorduras e açúcar. Caso a escola sirva refeições, a nutricionista responsável deve preparar o cardápio priorizando alimentos in natura.

Quanto mais o tema alimentação saudável for trabalhado dentro do ambiente escolar, mais as crianças tendem a aceitar alimentos fora da sua zona de conforto. Você irá se surpreender com a inteligência e autonomia dos pequenos.

5 atividades sobre alimentação saudável para educação infantil

Vamos, então, às atividades práticas para aplicar no dia a dia da escola. Lembrando que todas podem ser adaptadas ao ambiente doméstico.

1) Plante uma horta

Nessa fase, tudo é muito abstrato e mostrar a origem concreta dos alimentos é uma maneira de instigar o interesse. Afinal, que criança na cidade tem contato com uma plantação? É importante que elas entendam que o alface, a rúcula e tomate não vêm do supermercado e, sim, do cuidado com a terra. Além disso, as crianças ficarão animadas em comer aquilo o que plantaram e esperaram crescer com tanta paciência.

Os professores de ciências também podem se beneficiar da horta, a utilizando para abordar temas relacionados. E não pense que você precisa ter um espaço grande, com árvores de frutas e um milharal, cultivar uma horta apenas com temperos, como manjericão e hortelã, é o suficiente para começar.

2) Coloque a mão na massa

Literalmente. Tire um dia para levar as crianças para a cozinha. Talvez, em uma data comemorativa ou para trabalhar aspectos da matemática ao medir os ingredientes. Pense em uma receita saudável, como um arroz colorido, e deixe as crianças participarem.

Tenha sempre muita paciência e vá, ao longo do processo, conversando sobre as cores, as texturas, os sabores, os problemas do desperdício e os benefícios de determinado alimento. Isso, é claro, com uma linguagem descomplicada. Mostre como aquele legume ou fruta fará com que eles tenham energia para brincar ou, então, os ajudará a crescer mais fortes. Simplifique!

3) Utilize os alimentos como exemplo

Em qualquer atividade, inclua imagens de alimentos saudáveis. Troque o desenho da pizza, batata frita e refrigerante por uma maçã, melancia e berinjela. Coloque as crianças em contato constante com esses nomes e formatos e aproveite, nesse contexto, para apresentar frutas, verduras e legumes novos, que a maioria não conhece.

4) Mini mercado

Recorte imagens de alimentos saudáveis e não saudáveis ou, então, traga embalagens vazias de casa para montar um mini mercado, com direito a cestinha e prateleiras. A brincadeira é fazer compras saudáveis.

Antes de começar, converse sobre o que seria uma alimentação saudável e o que é legal ou não incluir na cestinha. Dependendo do número de crianças, faça a atividade individualmente ou as separe em grupos. A ideia é escolher um determinado número de alimentos para colocar no carrinho.

A criança que escolheu só alimentos saudáveis ganha um brinde, como um adesivo (nada de pirulitos!), e a criança que pegou algum alimento não saudável recebe uma explicação do porquê aquilo deve ser evitado e ganha uma chance de fazer outra vez.

5) Tabuleiro da alimentação saudável

As crianças na educação infantil não sabem ler, mas, provavelmente, entendem como funciona um jogo de tabuleiro. Transforme o chão da sala em um jogo, com quadrados de cartolina formando uma trilha e um grande dado.

Em cada cartolina, coloque fotos e avisos correspondentes, como, por exemplo você comeu salada hoje, parabéns, avance duas casas ou ih! Comeu doce demais? Volte uma casa. A intenção é que as crianças associem coisas positivas aos alimentos saudáveis.

Independentemente da atividade, não subestime as crianças. Elas têm uma capacidade de aprendizado incrível. Se teve uma ideia nova, não tenha medo de testar. Construir bons hábitos alimentares demanda, sim, tempo e esforço, mas o mais importante é saber que você está influenciando de uma maneira positiva.

O que achou dessas atividades sobre alimentação saudável para educação infantil? Aqui, na Nutri Mix Assessoria e Consultoria em Nutrição, temos um serviço especializado em escolas. Entre em contato e conheça!

5 atividades sobre alimentação saudável para educação infantil
5 (100%) 16 votes