Minha UAN está um caos, e agora?

O trabalho representa uma boa parte da nossa vida. Das 24 horas do dia, no mínimo, 8 passamos por lá fora o tempo de transporte, planejamento, cursos, treinamentos, etc. Se o seu trabalho está um caos, nesse caso, se a sua UAN está um caos, essa energia negativa tende a se espalhar para outras áreas da sua vida. Opa, alerta vermelho! É hora de mudar essa realidade antes de se afundar ainda mais.

No começo, é um funcionário que atrasa, uma papelada que acumula, um refrigerador que quebra, um fornecedor que dá o cano. Quando você vê, o estoque está todo fora de PVPS, tem cliente passando mal, a conta do cardápio nunca bate e orçamento aperta. Meses depois, você mal tem vontade de acordar para ir trabalhar.

E isso não vale só para quem gerencia a cozinha. Quando a UAN está um caos, é difícil para todos: do cozinheiro ao técnico em nutrição. Ninguém gosta de trabalhar em um lugar desorganizado, onde a harmonia não existe há um bom tempo. Ninguém gosta de saber que, ao chegar na cozinha, terá que lidar com diversos imprevistos.

Das pequenas burocracias às grandes decisões, se o fluxo da UAN está bagunçado, é uma bola de neve. Vai aumentando, aumentando, aumentando… Isso porque a cozinha é como uma engrenagem, cada pecinha, por menor que seja, ajuda essa máquina a continuar funcionando. Se você tira uma, ela engasga. Se a outra quebra, ela diminui a produção. Se mais uma enferruja, ela para.

Nesse post, daremos algumas dicas de como identificar se a sua UAN precisa de uma desintoxicação, passar por um make over. Às vezes, estamos tão atoladas com nossas obrigações que não conseguimos ter uma visão ampla do problema. Tudo parece tão perdido que você mal consegue enxergar o ínicio dos erros, não sabe por onde começar.

Ou, também, existe uma outra versão da história. Tem aquela pessoa que nega o problema até o final. Minha UAN está um caos? Imagina, está tudo certo. Mas só na bolha da pessoa. Na realidade, é funcionário atrás de funcionário se demitindo por não aguentar mais a pressão e a desvalorização dentro do local, é cliente atrás de cliente reclamando do preço, da temperatura, da apresentação, do serviço, etc.

 

Como identificar se minha UAN está um caos em 5 passos

Nós sabemos o quão complexo é trabalhar com UAN. Não é fácil como as pessoas imaginam. Não é só ter um cardápio, um fogão e duas panelas. Tem legislação, fiscalização, orçamento, planos de expansão, fluxo, regras, POPs, manuais, funcionários, etc.

Por isso, respire fundo, deixe o estresse guardado em uma caixinha e tenha empatia e calma para entender em que momento as coisas começaram a se perder. Afinal, não adianta querer consertar o problema de forma X, se tudo começou quando Y ficou ruim.

Pegue um papel e caneta e vá anotando tudo o que lhe vier à mente enquanto lê esse post. Desde frases de funcionários até acontecimentos que levaram a discussões. De problemas no seu estoque à complicações com a vigilância sanitária. Depois, analise todos esses pensamentos e veja como as coisas se conectam. Entenda os porquês.

UAN está um caos

Vamos lá, aqui estão 5 passos para descobrir se sua UAN está um caos:

 

  1. Problemas com os funcionários

Anote em seu papelzinho se alguma dessas coisas acontecem na sua UAN:

  • Brigas e discussões;
  • Funcionários que vivem faltando sem justificativa;
  • Rotatividade alta da equipe;
  • Falta de interesse por parte dos funcionários;
  • Falta de respeito à hierarquia;
  • Ninguém concorda ou segue às orientações;
  • O clima dentro da cozinha é pesado.

 

Talvez, você culpe a personalidade da pessoa. Fulano que é muito difícil, ciclano que tem cabeça quente. Mas, agora, devolva à pergunta a si mesmo: e o ambiente de trabalho em que essas pessoas estão, colabora ou piora a situação?

Seus funcionários se sentem valorizados? Tiveram um bom treinamento? Sentem que estão fazendo algo importante? Sabem das consequências das suas atitudes dentro da cozinha? Se sentem representados pelos valores da empresa? Se orgulham do trabalho?

Se a equipe não está bem, a UAN não está bem. A comida não se faz sozinha, é preciso de gente. E mais do que gente capacitada, gente que acredita e gosta do seu trabalho. Mas nenhum cozinheiro apaixonado pela profissão consegue ficar tranquilo em uma cozinha onde ele mal consegue encontrar uma escumadeira, o que nos leva ao próximo item…

 

  1. O improviso toma conta do planejamento

POP? Que nada, cada um higieniza os utensílios como bem entende. Seção de carne? Que nada, cada um corta o bife onde quer. Tábua de cores diferentes para grupos de alimentos? Oi? Desde quando? E o controle de temperatura do óleo? Só vai na fé. Manual de Boas Prática? O que é isso? Nunca vi, nem comi, a equipe só ouve falar.

Quando o improviso acontece mais do que o planejado, é porque algo está errado. Uma cozinha não funciona só na base do “deixa a vida me levar”. Existem processos. E esses processos devem ser respeitados para garantir a segurança dos alimentos e do trabalhador.

É claro que improvisos são bem vindos, mas só quando algo sai fora do planejado. Essa é a diferença. Vá até sua equipe e pergunte: como se higieniza FLV? Se cada um responder de um jeito, é porque, meu amigo, o controle se perdeu há um tempo.

Como identificar se minha UAN está um caos em 5 passos

  1. Reclamações constantes dos clientes

Vira e mexe o gerente é chamado para ouvir algum cliente reclamar da comida. Uma vez ou outra, é normal. Faltou tempero, o garçom demorou ou o cozinheiro faltou. Mas todo dia ou toda semana é um aviso de que algo está indo de mal a pior.

Os clientes são seu principal termômetro. O caos da cozinha reflete no prato e chega até o cliente. Ele vai perceber, não tem jeito. Se as reclamações não param de chegar não é porque o consumidor é chato, como alguns alegam, é porque ele tem razão.

 

  1. “Perdido” é a palavra de lei

Organização é tudo, em todas as áreas da vida. Isso também vale para cozinha. Cada setor deve estar bem dividido, ciente de suas funções. Deve ter os equipamentos e utensílios o suficiente para trabalhar do modo correto e isso vai desde um lixo, com acionamento por pedal, até um pista fria no balcão.

Se você vê seus funcionários correndo por aí igual barata tonta, é melhor procurar algumas dicas de organização – que também vale para estrutura! Ninguém merece perder mais tempo procurando o queijo no estoque do que, de fato, fazendo um molho. Ou ficar esbarrando no colega todo tempo porque não há espaço para circular na cozinha.

 

  1. Você não se sente realizado

E o último sinal é ouvir seu coração, por mais clichê que isso pareça. Se você não sente mais prazer em trabalhar e não vê mais sentido na sua UAN, é hora de mudanças. É hora de reencontrar seu propósito. De arregaçar as mangas, apagar tudo o que viveu até então e recomeçar do 0, de uma forma melhor.

Depois de ler tudo e pensar nossa, minha UAN está um caos, realmente, nossa sugestão é contratar uma consultoria em nutrição. Uma equipe qualificada e com experiência saberá criar uma estratégia para transformar um lugar caótico em um ambiente de trabalho produtivo e saudável. Além do mais, profissionais da nutrição tem um olhar treinado e crítico para identificar falhas e irregularidades.

Se você quer saber mais sobre como funciona uma consultoria em nutrição, te aconselhamos ler esse post ou, então, conhecer nossa história. Que tal transformar sua UAN da água para o vinho? A hora é agora!

Minha UAN está um caos, e agora?
5 (100%) 11 vote[s]