Adequação de rotulagem nutricional

Para a ANVISA, devem se adequar à rotulagem nutricional obrigatória todos “os alimentos produzidos, comercializados e embalados na ausência do cliente e prontos para serem oferecidos aos consumidores”. Desde 2001, o uso das informações nutricionais obrigatórios está regulamentado no Brasil.

Adequação de rotulagem nutricional
5 (100%) 11 vote[s]
ENTRE EM CONTATO SAIBA MAIS

empresa de adequação de rótulos nutricionais

Adequação de rotulagem nutricional

Lá em 2015, a RDC nº 26 tornou obrigatória a indicação de alimentos alergênicos nos rótulos. As empresas tiveram um ano para se ajustar. Um ano para fazer a adequação de rotulagem nutricional. Hoje, todos alimentos tem em sua embalagem a informação “Alérgicos: contém X, Y  e derivados de Z”. E se não tem, bom, aí a empresa está em desconformidade com a lei e, em algum momento, sofrerá consequências.

Essas normas e leis sobre a rotulagem tem dois princípios claros. O primeiro, é padronizar as informações, para que você não encontre um cereal sem a tabela nutricional e outro que consta até o telefone do diretor da empresa. O segundo, e mais importante, é a transparência com o consumidor, tornando o rótulo um modo de comunicação confiável.

É por meio do rótulo que o consumidor faz escolhas conscientes e define o que entra, ou não, em seu armário. Para quem tem alguma patologia, como diabetes ou intolerância à lactose, o rótulo torna-se ainda mais importante.

 

Quando se fala em rotulagem nutricional, nisso se inclui a lista de ingredientes, as indicações alergênicos e glúten e, principalmente, a tabela nutricional, com os macro e micronutrientes. É por meio dela que o consumidor pode fazer comparações e identificar qual alimento é mais saudável ou, então, mais adequado para suas necessidades.

 

Atenção: rotulagem nutricional é obrigatória

Para a ANVISA, devem se adequar à rotulagem nutricional obrigatória todos “os alimentos produzidos, comercializados e embalados na ausência do cliente e prontos para serem oferecidos aos consumidores”. Desde 2001, o uso das informações nutricionais obrigatórios está regulamentado no Brasil.

É a RDC 360/03 que fala sobre a rotulagem nutricional de alimentos embalados. Com exceção dos alimentos dispensados da obrigatoriedade, como água e o vinagre, por exemplo, todo rótulo deve ter um modelo de informação nutricional com: porção em grama ou ml e medida caseira, valor energético em kcal e kj, quantidade de carboidrato, proteína, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar, sódio e a porcentagem correspondente ao valor diário de cada nutriente.

A ANVISA ainda incentiva que as empresas informem o conteúdo de outros nutrientes, como colesterol, cálcio e ferro, desde que o produto apresente quantidade igual ou superior a 5% da ingestão diária recomendada. Assim, as empresas aumentam o nível de conhecimento do consumidor, além de melhorar sua credibilidade.

 

Quando a adequação da rotulagem nutricional é necessária…

Eu já tenho um produto que segue a legislação, por que precisaria da adequação de rotulagem nutricional? Para não deixar que as outras empresas o ultrapassem, perdendo seu poder competitivo. A alimentação é uma área complexa e delicada, por isso, quem não se atualiza, fica para trás, não tem jeito.

A adequação da rotulagem nutricional também visa identificar quais pontos você pode usar para destacar o seu produto. É rico em fibras? Em vitamina E? Não tem gordura trans? Lembrando que é preciso ter uma comprovação científica desses benefícios e ter um feedback de quem entende de nutrição faz toda diferença.

Além disso, se você mudou a sua fórmula também precisa mudar sua tabela nutricional. Acrescentou só mais umas gramas de flocos de milho? Precisa atualizar. Um corante diferente? Precisa atualizar. Mudou para açúcar mascavo? De novo, precisa atualizar.

Quanto mais fiel e bem elaborada for sua tabela nutricional, menos problemas você terá com os órgãos de fiscalização e conquistará ainda mais a confiança dos consumidores.

Também é bom ficar de olho nas mudanças que estão por vir da rotulagem nutricional. Esse é um debate que começou a alguns anos no Brasil e, provavelmente, em breve teremos alterações que tornarão ainda transparente os rótulos dos alimentos.

Faça a adequação de rotulagem nutricional com a Nutri Mix e jogue limpo com os consumidores. Porque, sim, é possível usar a nutrição para promover saúde e, ao mesmo tempo, como uma estratégia para se diferenciar no mercado. Vem conversar com a gente e descobrir como sua tabela nutricional pode ficar ainda mais completa!